SETE inaugura voo para Macapá/Monte Dourado em outubro e obras do aeroporto vão recomeçar

A ofensiva do Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) para solucionar o caos aéreo enfrentado pela população do Amapá e da Amazônia, começa a dar resultado. No dia 1º de outubro a empresa goiana SETE Linhas Aéreas irá inaugurar seu primeiro voo para Macapá. A informação é do Gerente Comercial da empresa, Décio de Assis.

Segundo Décio a empresa irá oferecer voos no trecho Belém/Monte Dourado/ Macapá, em três dias da semana (segunda/quarta e sexta). A partir do dia 15 de novembro os voos passam a ser diários. A aeronave do modelo EMB-120 tem capacidade para 30 passageiros.

Horários: Na parte da manhã o voo partirá de Belém às 6h, passando por Monte Dourado e chegando a Macapá às 8h30. A partida de Macapá, realizando o mesmo trecho da vinda, está prevista para 9h18min. No período da tarde a aeronave sairá 17h10min de Belém, chegando em Macapá às 17h55min, retornando 18h25 para Monte Dourado e chegando em Belém às 20h30min.

Construção dos módulos do aeroporto vai começar: Outra boa notícia recebida hoje por Randolfe foi a da assinatura da ordem de serviço que autoriza o começo das obras de construção dos dois módulos operacionais no Aeroporto Internacional de Macapá.

A obra deve começar nos próximos dias e o prazo para a conclusão é março de 2014. Os módulos operacionais serão utilizados como salas de embarque e desembarque de passageiros, com a mesma infraestrutura de um terminal comum. Contando com climatização, isolamento termoacústico, sanitários e espaços para lojas de conveniência. A empresa responsável pela obra é a LL Construtora Ltda, de Palmas no Tocantins.

“Resultado do esforço feito, mas ainda temos muito por fazer. Ainda precisamos da presença de outra empresa no Amapá para acabarmos com o monopólio no abastecimento de combustível dentro do aeroporto. Também é necessário que o governador estude a redução do ICMS do querosene de aviação e que avancemos com a obra do aeroporto internacional de Macapá” diz Randolfe.

Caos aéreo: Em agosto deste ano, o Senador protagonizou uma ofensiva para denunciar o verdadeiro “caos aéreo” enfrentando pelas populações da Amazônia. São passagens caras, voos escassos, cancelamentos e concentração de mercado.

Para isso, ele protocolou representações contra a TAM e a Gol na ANAC e no CADE. As duas empresas respondem por 75% do mercado de passagens aéreas. Além de reunir com representantes de empresas regionais na tentativa de que elas ofereçam voos para o Amapá. É o caso da MAP linhas aéreas, que planeja voos para o Estado a partir de janeiro de 2013. Randolfe denunciou todos esses problemas na tribuna do Senado.

blogdorandolfe

Anúncios
Categorias: Amapá, Laranjal do Jari, Vale do Jari | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Jari News o melhor canal de notícias do Vale do Jari.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: