Moradores de Vitória do Jari pedem o apoio dos deputados e cobram mais investimentos

A diretora da Unidade Mista de Saúde de Vitória do Jari, no sul do Amapá, Vera Lúcia, afirmou que os profissionais trabalham em péssimas condições. Segundo a administradora faltam médicos, remédios, equipamentos e até ambulância. A declaração foi dada na audiência pública, realizada na manhã desta segunda-feira (1o) na cidade. A diretora usou a Tribuna do Povo – espaço aberto a representantes de sindicatos, associações, líderes comunitários e moradores para expressar sua insatisfação pela qual passa a unidade.

Conforme a diretora, não existe apoio e nem recurso para manter o hospital. “Não temos como proporcionar uma atendimento de qualidade, mas todos fazem o impossível para amenizar a escassez de investimentos e suprir a precariedade com a qual trabalhamos são submetidos”, lamentou.

A diretora questionou a relação entre prefeitura e governo. Segundo ela, a falta de entendimento entre os dois gestores só aumenta a escassez de investimentos na região. “Faltou uma área para impossibilitou a implantação do Samur em nossa cidade”, revelou Vera Lúcia, responsabilizando o município por não ter transferido a terra para o Estado.

O deputado Eider Pena (PDT) esclareceu o problema. “A área não foi doada porque o município não tem glebas, a ausência da unidade é de responsabilidade do Estado, é o governo que detém o título das terras e a transferência deveria ter sido feita pelo IMAP”, explicou.

As declarações acirraram o debate. Os populares que acompanhavam a audiência pública na quadra da escola municipal Álvaro Marques Gonçalves, passaram a questionar os pronunciamentos. O presidente da Assembleia Legislativa, Júnior Favacho, teve de intervir várias vezes para controlar os ânimos dos mais exaltados.

Os moradores questionaram a falta de investimentos em outros segmentos como educação, saneamento básico, infraestrutura e agricultura. O setor energético também foi alvo de críticas. De acordo com os populares, a cidade é castigada com o racionamento.

“Todos os dias sofremos com a falta de energia elétrica em nossa cidade”, disse a moradora Zuila Pereira. “Tem dias que sofremos até três interrupções em um mesmo dia”, arrematou.

O deputado Bruno Mineiro (PTdoB) saiu em defesa dos populares. “Temos que cobrar um posicionamento do governo sobre esta situação, o Estado precisa solucionar este problema da falta de energia no Vale do Jari”, complementou.

Os pronunciamentos feitos pelos populares poderão ser transformados em indicações, requerimentos ou mesmo em projetos de Lei.

“Todas as reivindicações apresentadas pelos moradores de Vitória do Jari serão estudas pela secretaria legislativa para saber qual o melhor encaminhamento a ser dado, depois será encaminhado para plenário e votação. Todos os procedimentos serão repassados as pessoas desta cidade”, afirmou Júnior Favacho.

Categorias: Amapá, Vale do Jari | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Jari News o melhor canal de notícias do Vale do Jari.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: