Alunos e professores da Escola Mineko Hayashida desenvolvem projetos premiados

Com os projetos denominados “Descarte descartável: utilização e reutilização do copo descartável” e “Wasmania auropunctata: diferentes formas de comunicação em busca de alimentação”, duas alunas e duas professoras da Escola Estadual Mineko Hayashida, do município de Laranjal do Jari, foram selecionadas entre 3.500 projetos na 27ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia, que ocorreu de 22 a 27 de outubro, no Rio Grande do Sul.


As alunas Joirmaly de Moraes Ferreira e Kállyta Vitória de Melo, sob a orientação das professoras Elizabeth Rodrigues e Elen Silva de Andrade, são as idealizadoras dos projetos.
O secretário de Educação, Adalberto Ribeiro, recebeu as docentes na Seed e disse que o Governo do Amapá, assim como a Secretaria de Estado da Educação, apoiam as ações em que muitas escolas têm conseguido aprovar projetos e participar de feiras em vários lugares fora do Estado.
“No caso da professora Elizabeth, de Laranjal do Jari, ela já é uma vencedora de vários congressos e nós apoiamos a ida da equipe até o Rio Grande do Sul e estaremos dando total apoio, pela segunda vez, aos Estados Unidos para participar da feira Isef – Intel 2013, que acontecerá no período de 12 a 17 de maio, assim como incentivamos os alunos das escolas Azevedo Costa e Deusolina Sales farias que estão participando de uma feira cultural em Recife, apresentado projetos escolares”, disse.
Adalberto enfatizou ainda que se trata de uma política da Secretaria de Estado da Educação que está sendo reforçada, em dar apoio logístico aos professores e alunos que têm projetos premiados em congressos e feiras educacionais.
A professora Elizabeth agradeceu ao secretário e disse que ele foi o maior incentivador nesse processo.
“Sempre que precisávamos de sua ajuda, ele nos atendia. Por isso, viemos agradecer por tudo e entregar-lhe uma lembrança como forma de retribuição ao incentivo dado”, relatou a docente.
Os projetos

Wasmania auropunctata é o nome científico da formiga de fogo. O projeto teve o objetivo de mostrar os aspectos gerais do inseto, assim como suas comunicações em busca de alimento. Diante disso, foi criado um repelente orgânico, uma vez que há formigas em grande escala no município de Laranjal do Jari. As substâncias utilizadas para confeccionar o material foram o alho e pimenta malagueta, porém o repelente serve apenas para repelir o animal, não matá-lo.
O segundo projeto ‘Descarte descartável’ trata-se da reutilização do copo descartável, voltado para o uso abusivo, constatado na própria escola, onde foi feita uma pesquisa de campo e detectou-se que cada professor utiliza, no mínimo, cinco copos, ou seja, em dinheiro isso tem um custo de R$ 7.560,60 anualmente. Então, foi sugerida a substituição do material descartável por um não descartável e os copos foram utilizados como arte terapia, tendo como resultado um vestido de copo descartável.
Adryany Magalhães/Seed

Anúncios
Categorias: Laranjal do Jari, Vale do Jari | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “Alunos e professores da Escola Mineko Hayashida desenvolvem projetos premiados

Jari News o melhor canal de notícias do Vale do Jari.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: